STIS 2019

11/NOVEMBRO - Fake News

registro de 11/novembro/19

Registro da Conferência em chat escrito, de 11 de novembro de 2019:

CATALISANDO PROPOSTAS DE FORMAÇÃO CRÍTICA E REFLEXIVA DE ESTUDANTES NA EDUCAÇÃO BÁSICA: (RE)PROBLEMATIZANDO AS FAKE NEWS

Mateus José dos Santos

Coordenação: Jader Silveira

Mediação: Eliane Lima Piske

‎[19:26] *** acris definiu o tópico do canal para "Catalisando Propostas de Formação Crítica e Reflexiva de Estudantes na EB: (RE)PROBLEMATIZANDO AS FAKE NEWS - Autor: Mateus José dos Santos (UFV) || 11 de novembro de 2019 - 20:00 || stis.textolivre.org".
‎[20:00] ‎<‎jader_silveira‎>‎ bom pessoal, podemos começar?
‎[20:00] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Boa Noite, podemos!
‎[20:00] ‎<‎AnaMatte‎>‎ tudo bem
‎[20:00] ‎<‎elianepiske‎>‎ Boa noite!!!
‎[20:01] ‎<‎jader_silveira‎>‎ vamos la!
‎[20:01] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Boa noite! Sou o Jader Silveira, colaborador do Grupo Texto Livre (Fale/UFMG) e coordenador do Bloco 3: A Educação, suas tecnologias e a (re)organização dos processos de ensino e aprendizagem.
‎[20:01] ‎<‎PollylianMadeira‎>‎ Vamos la
‎[20:01] ‎<‎MairaFerreira‎>‎ Boa noite, podemos!
‎[20:01] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Em nome do Grupo, agradeço a presença de cada um, em especial o conferencista Mateus José dos Santos e a coordenadora dessa mesa, Eliane Piske.
‎[20:01] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Aproveito também para agradecer a Professora Ana Matte, diretora do Grupo Texto Livre da Faculdade de Letras da UFMG, pela oportunidade e pela presença na conferência.
‎[20:02] ‎<‎jader_silveira‎>‎ O Grupo Texto Livre dedica-se desde 2006 a promover a integração de atividades acadêmicas com o Software Livre e suas comunidades, sempre no melhor espírito da Cultura Livre e da Ciência Aberta.
‎[20:02] ‎<‎jader_silveira‎>‎ STIS é uma troca, de pessoas para pessoas interessadas em interdisciplinaridade.
‎[20:02] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Promovido desde 2011 pelo grupo Texto Livre, o STIS privilegia a interação no chat escrito em virtude da abertura de acesso que o registro das conferências, após as mesmas, garante.
‎[20:03] ‎<‎jader_silveira‎>‎ A média de acessos, se comparadas as páginas de divulgação, que ficam em destaque no site, e as páginas de LOGs (registros) é, em média, 20% maior nos logs, não sendo raro registrar mais de 1500 (e, em algumas dezenas de casos, mais de 2000 até agora) acessos após a conferência.
‎[20:03] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Antes de iniciar a conferência, alguns lembretes
‎[20:03] ‎<‎jader_silveira‎>‎ a) para receber o certificado de participação, além da presença é necessário preencher o formulário disponível na página do STIS
‎[20:04] ‎<‎jader_silveira‎>‎ b) cole frases curtas, no máximo 3 linhas A4, para que o chat não corte sua mensagem.
‎[20:04] ‎<‎jader_silveira‎>‎ c) use preferencialmente um nick do tipo NomeSobrenome ou Nome_Sobrenome para evitar confusões.
‎[20:04] ‎<‎jader_silveira‎>‎ O certificado será encaminhado por e-mail no decorrer da semana. Lembre-se que é necessário preencher o formulário do site para receber o certificado, o que deve ser feito no máximo hoje.
‎[20:04] ‎<‎jader_silveira‎>‎ É sempre bom lembrar também que as intervenções do público ficarão silenciadas até o final das apresentações, quando abriremos para a interação até às 21h. Pedimos a vocês que não enviem mensagens no chat até que as conferencistas concluam as suas exposições. Ao final da mesa-redonda, todos e todas poderão participar!
‎[20:05] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Para dar início às atividades, convido para coordenar esta mesa a professora Eliane Lima Piske.
‎[20:05] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Eliane é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), mestra e doutoranda em Educação Ambiental, também pela FURG. Participa do grupo ECOinfâncias (FURG) e é colaboradora do Grupo Texto Livre (Fale/UFMG).
‎[20:05] ‎<‎elianepiske‎>‎ Boa noite, pesso@l! Obrigada, Jader pela acolhida, que tenhamos uma ótima discussão! Aproveito a oportunidade para agradecer ao professor Mateus pela sua participação conosco.
‎[20:05] ‎<‎jader_silveira‎>‎ E então, Eliane Piske, vamos começar?
‎[20:05] ‎<‎elianepiske‎>‎ Mateus José dos Santos é Especialista em Docência na Educação Básica pelo IFMG-Campus Avançado Arcos (2019) e em Ensino de Química pela Universidade Cândido Mendes (2019). Licenciado em Química pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Participou do programa Ciência sem Fronteiras, fomentado pela CAPES, realizando suas atividades no
‎[20:05] ‎<‎elianepiske‎>‎ Collège communautaire du Nouveau-Brunswick - Campus Bathurst e no Cégep de Sherbrooke, ambos no Canadá. Participou do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Foi assessor de relacionamentos do projeto Embaixadores-UFV e colaborador de Expansão da ONG Rede CsF. Realizou atividades como Líder em Educação
‎[20:05] ‎<‎elianepiske‎>‎ Canadá-Brasil, coordenador e co-fundador do Núcleo Viçosa da Rede CsF/Em Rede. Atualmente é professor de Ciências/Química do Colégio Educar de Ervália e Mestrando em Educação pela Universidade Federal de Viçosa. Tem interesse pela Educação em Ciências/Química com ênfase na formação de professores, metodologias de ensino e
‎[20:05] ‎<‎elianepiske‎>‎ aprendizagem de Ciências, Ensino de Ciências por Investigação e práticas transdisciplinares.
‎[20:06] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Agradeço a oportunidade em estar com vocês e o convite para discutir esta temática tão importante.
‎[20:07] *** acris definiu o tópico do canal para "Catalisando Propostas de Formação Crítica e Reflexiva de Estudantes na EB: (RE)PROBLEMATIZANDO AS FAKE NEWS - Autor: Mateus José dos Santos (UFV) || 11 de novembro de 2019 - 20:00 || stis.textolivre.org || Código dos Slides: 2019-Mateus".
‎[20:08] ‎<‎elianepiske‎>‎ Nós que agradecemos professor, seja bem-vindo para compartilhar a temática: Catalisando Propostas de Formação Crítica e Reflexiva de Estudantes na EB: (RE)PROBLEMATIZANDO AS FAKE NEWS
‎[20:09] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Obrigado, Eliane! =)
‎[20:12] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Estou com a palavra? rs
‎[20:12] ‎<‎jader_silveira‎>‎ sim
‎[20:12] ‎<‎jader_silveira‎>‎ está sim, Professor!
‎[20:12] ‎<‎jader_silveira‎>‎ fique a vontade
‎[20:13] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Então, galera. Boa Noite. Sou o Mateus e vou compartiilhar com vocês uma das temáticas que venho pesquisando que é o universo das fake news nas aulas de Ciências.
‎[20:13] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Vocês preferem que eu vá explicando os slides e no final discutimos?
‎[20:14] ‎<‎jader_silveira‎>‎ isso!
‎[20:14] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Obrigado, Jader.
‎[20:15] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Bom, trabalhar fake news é extremamente atual em virtude das inúmeras informações falsas ou de carater duvidoso que tem sido veiculadas ultimanente. Tal veiculação tem acontecido muito nas redes sociais.
‎[20:17] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Os estudantes tem grande inserção das mídias sociais e trabalhar a função social da escola é possibilitar estas trocas, uma vez que, nós professores estamos formando cidadãos, tal como orienta os Parâmetros Curriculares Nacionais.
‎[20:17] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Então, como formar cidadãos críticos e conscientes?
‎[20:17] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Como podemos fazer isso atualmente?
‎[20:17] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Infelizmente, muitos docentes tem reduzido o termo conteúdo apenas a questões conceituais e vem esquecendo os conteúdos atitudinais e procedimentais imersos em quaisquer componente curricular.
‎[20:19] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Diante disso, busquei integrar a formação para a cidade com a disciplina de Ciências, componente curricular que venho trabalhando atualmente. Trabalhar fake news no âmbito das Ciências é entender como tais notícias podem desencadear uma série de situações e influenciar na construção do conhecimento científico pelo estudante.
‎[20:19] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Nos slides apresento uam sequência de apresentação eu gostaria de compartihar com vocês. Fiquem a vontade para problematizar depois.
‎[20:20] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Em um primeiro momento ressalto a importância do trabalho, tal como eu venho fazendo até agora.
‎[20:21] ‎<‎ProfMateus‎>‎ É o slide de introdução. As Fake News sempre existiram. Observem que o tempo todo eu opto pela expressão fake news devido a sua popularização. A expressão pós-verdade foi considerada uma das palavras mais pesquisadas pelo dicionário Oxford no ano de 2017 e isso indica o quanto precisamos debater tal temática nos espaços educativos.
‎[20:22] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Pois bem, se fizemos uma análise ontogenética sobre a nossa própria evolução enquanto seres humanos iremos perceber que fake news sempre existiu. As pessoas conversavam nas ruas e no cotidiano e ao (re)contar uma informação que ouviu acabava omitindo ou aumentando alguma palavra que influenciará na compreensão do que se deseja discutir
‎[20:23] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Assim, é super necessários que os docentes comecem a olhar para tais questões, uma vez que, a Ciência (área de qual venho) vem sendo atacada constantemente por informações que podem causar um desmonte de toda uma ideia.
‎[20:24] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Com isso, falarei da minha experiência sobre a temática. No próximo slide insiro a jusiticativa do meu trabalho.
‎[20:25] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Quis colocar imagens pq elas retratam muito o que vivemos. O terraplanismo e o movimento antivacina são duas grandes temáticas pelas quais as fake news tem atração
‎[20:25] ‎<‎ProfMateus‎>‎ No entanto, se não ajudarmos a desconstruir tais informações, o bem-estar das pessoas podem estar sendo colocado em risco. Pensem no movimento antivacina.
‎[20:25] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Darei um pequeno exemplo:
‎[20:26] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Quando alguém é viciado em Coca Cola esta pessoa só faz mal a ela mesmo e a escola busca alertá-la pelos malefícios de tal produto, a escola é dela. *Formação Crítica e Reflexiva*
‎[20:26] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Agora quando uma pessoa deixa de se vacinar ela pode prejudicar uma série de pessoas. Então a decisão de alguém influencia no bem-estar social e é pra ele que precisamos olhar.
‎[20:27] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Sobre o trabalho que eu desenvolvi, eu busquei entender o impacto das fake news no cotidiano escolar. Algumas questões importantes para nortear tod@s vocês.
‎[20:28] ‎<‎ProfMateus‎>‎ A pesquisa foi realizada em fevereiro deste ano em uma turma de 8º Ano do Ensino Fundamental. Conteúdo de Ciências.
‎[20:28] --> SilvaSantos (b10958ee@177.9.88.238) entrou neste canal.
‎[20:28] ‎<‎ProfMateus‎>‎ O meu desenho metodológico esclarece um pouco de como tudo aconteceu. No incio do ano, dividi a turma em 5 grupos e construi cinco fake news (sem eles saberem)
‎[20:29] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Solicitei que todos fizessem um mapa mental da "notícia" repassada por mim. Esta notícia abordaria algumas temáticas que os estudantes estudariam naquele ano.
‎[20:29] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Pois bem, todos acreditaram na notícia. Afinal, eles disseram que como a atividade foi lançada por um professor não poderia conter nada falso. rs E que as notícias da internet são verdadeiras rs
‎[20:30] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Então.. No próximo slide eu coloquei os titulos das fake news que eu construi. As fake news abordam grandes áreas das Ciências.
‎[20:30] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Vamos falar brevemente sobre os resultados, pois eu quero debater com vocês.
‎[20:31] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Continuando: Os estudantes trouxeram os mapas mentais sem pesquisar a partir daí um grande movimento dialógico começou
‎[20:31] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Eles ficaram assustados quando pesquisaram e descobriram que todos os textos trazidos eram falsos. rsrs
‎[20:32] ‎<‎ProfMateus‎>‎ E fizemos um grande debate sobre as consequências (Utilizei Análise Bardiniana para analisar os dados).
‎[20:32] ‎<‎ProfMateus‎>‎ *Análise de Conteúdos
‎[20:33] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Observem no quadro as manifestações dos estudantes frente o impacto das fake news. A primeira categoria ressalta um grande ponto que precisamos debater. As fake news desorientam pessoas. Se ela desorientam os adultados, pensem como ficam os estudantes em processo de construção do conhecimento?
‎[20:33] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Em momento algum eu quero preconizar quem acredita em uma das notícias falsas, tal como a da Terra Plana.
‎[20:34] ‎<‎ProfMateus‎>‎ O objetivo é olhar o pq as pessoas acreditam nestas informações? Pautado em quê? De onde surgiu? Pq uma crença fala mais alto que um estudo científico?
‎[20:35] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Adoto uma postura *construcionista* ao entender que tudo parte de construções sociais e é por meio de movimento dialógicos que podemos conseguir compreender em que as pessoas acreditam e a partir disso fomentar uma reflexão crítica.
‎[20:35] ‎<‎ProfMateus‎>‎ As categorias continuam e algumas delas são interessantes: Fake News podem trazer danos à saúde. Isso é grave! Quais danos? Como podemos ajudá-los? A mediação do professor é crucial nestes processos.
‎[20:36] ‎<‎ProfMateus‎>‎ No slide atual está coloco algumas representações. A imagem está ruim, mas observamos que um dos estudantes trata a fake news como o vírus. Uma analogia bem interessante a estudante ressalta que é um vírus que afeta o social.
‎[20:37] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Logo, a criticidade talvez seja um dos pontos que podemos utilizar para "atacar" este vírus.
‎[20:37] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Pois bem, este trabalho propiciou que eu fomentasse um pensamento crítico e reflexivo nas aulas. A partir de agora os estudantes começaram a investigar tudo que veem
‎[20:37] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Eles são mais preocupados.
‎[20:38] ‎<‎ProfMateus‎>‎ E isso possibilitou uma proximidade enorme com eles que ressaltam suas duvidas com mais frequência e que possibilita o trabalho com diferentes conteúdos atitudinais, dentre eles, o respeito as diferenças, a colaboração e a própria criticidade em si.
‎[20:39] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Deixo aberto para discussão e agradeço quem conseguiu me acompanhar até aqui.
‎[20:39] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Peço desculpas se eu me perdi em alguma parte. É a primeira vez que participo de um evento nesta modalidade.
‎[20:39] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Obrigado!
‎[20:39] ‎<‎elianepiske‎>‎ Parabéns, Mateus! Foi prazeroso acompanhar tua apresentação, encantadora! Gostei dos exemplos mencionados, parabéns! Realmente, (re)pensar as fake news a partir dos exemplos ficou muito mais fácil, gostei muito do exemplo de tomar coca-cola e de deixar de se vacinar... Além, é claro das fake news com os estudantes, sem eles saber...
‎[20:39] ‎<‎elianepiske‎>‎ “Afinal, eles disseram que como a atividade foi lançada por um professor não poderia conter nada falso. rs E que as notícias da internet são verdadeiras RS”.
‎[20:40] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Pois é. Ainda temos a educação bancária evidente.
‎[20:40] ‎<‎elianepiske‎>‎ Parabéns!!!! Não tens o que pedir desculpas, nós que precisamos agradecer pela tua participação!
‎[20:40] ‎<‎ProfMateus‎>‎ =)
‎[20:41] ‎<‎elianepiske‎>‎ Educação bancária não "rima" com tuas estratégias para mobilizar a reflexão
‎[20:41] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Não mesmo.
‎[20:42] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Mas percebe que é algo enraizado. O reproducionismo não começa na formação de professores. Está presente em todos os âmbitos como uma cultura estrutural que precisa ser descontruída.
‎[20:42] ‎<‎elianepiske‎>‎ a criticidade, como mencionas: a criticidade talvez seja um dos pontos que podemos utilizar para "atacar" este vírus.
‎[20:42] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Desse modo, é preciso, em um ambiente respeitoso obviamente entender quais informações estão sendo mediadas em sala? Quais estão na internet?
‎[20:43] ‎<‎ProfMateus‎>‎ A vida não pode ser vivida em um curso diferente do que é experienciado na escola.
‎[20:43] ‎<‎ProfMateus‎>‎ É necessário mais diálogos.
‎[20:44] ‎<‎elianepiske‎>‎ Realmente, Mateus está enraizado mas, precisamos conversar e (re)pensar o que muitas vezes está ali
‎[20:44] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Exatamente!
‎[20:44] ‎<‎MarchioriQuevedo‎>‎ Professor, parabéns pelo trabalho. Esse despertar de um olhar mais crítico às informações científicas manifestou-se em um olhar mais crítico também em relação a outras esferas sociais, como o debate político, por exemplo? Pergunto, porque há muitas vezes um background político (por vezes, misturado ao religioso) nesse discurso
‎[20:44] ‎<‎MarchioriQuevedo‎>‎ terraplanista, antidarwinista, pró-design inteligente etc.
‎[20:44] ‎<‎elianepiske‎>‎ o que não é fácil. Pesso@l, o professor Mateus foi lançando questionamentos ao longo da apresentação e agora para conversar conosco
‎[20:45] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Exato MarchioriQuevedo! Precisamos entender como as construções humanas em relação a tais temas acontecem
‎[20:45] ‎<‎PollylianMadeira‎>‎ Excelente
‎[20:45] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Um exemplo que a gente propaga muito é o *Suco Detox*
‎[20:45] ‎<‎ProfMateus‎>‎ rsrs
‎[20:45] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Essa é uma fake news do bem
‎[20:46] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Suco Detox não desintoxica nada.
‎[20:46] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Ou melhor, talvez o bolso.
‎[20:46] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Mas o estudante mtas vezes não sabe disso (até os adultos) e propagam algo que vai contra muitas pesquisas.
‎[20:47] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Logo, entender melhor o que se propaga é essencial. Eu sempre digo: "Na dúvida, nunca compartilhe!" Questione, pergunte, reflita antes de propagar algo duvidoso
‎[20:48] ‎<‎AnaMatte‎>‎ ProfMateus, adorei seu trabalho - e sua apresentação. Você já começou definindo: "Trabalhar fake news no âmbito das Ciências é entender como tais notícias podem desencadear uma série de situações e influenciar na construção do conhecimento científico pelo estudante." perfeito! Gostei também da estratégia provocativa, de criar uma
‎[20:48] ‎<‎AnaMatte‎>‎ situação estranha para gerar desconforto com um saber que já está muito enraizado. Tem tudo a ver com a forma como trabalhamos no Texto Livre. Em relação às ciências, fico muito assustada. A verdade científica é baseada em uma série de condições em termos de procedimentos e de fundamentos. Quando dizem que a Terra é plana, qualquer
‎[20:48] ‎<‎AnaMatte‎>‎ estudante de quinta série já teria aprendido que essa ideia foi derrubada séculos atrás. Você acha que a escolaridade dos pais pode ser um obstáculo para um trabalho como o seu? Pois sem o entendimento do que é científico, tendem mais a crer do que saber... e não há espaço para questionamento na crença.
‎[20:49] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Otima questão.
‎[20:49] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Não acredito que o problema seja a escolaridade.
‎[20:50] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Mas vivemos em uma época de competições por crenças. Eu quero que a minha crença seja prevalecida em detrimento ao da outra pessoa.
‎[20:50] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Vivemos uma sociedade polarizada e não estamos conseguindo enxergar além destes polos. Isso faz com que tenham competições
‎[20:50] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Terraplanistas x Antiterraplanistas.
‎[20:51] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Quando uma crença pode influenciar um bem-estar de toda uma sociedade, é hora de começarmos com a formação crítica. Você acredita no criacionismo, pq? Quais evidências? Como vc argumenta? E tentar ver que existe um discurso científico que precisa ser entendido. Neste ponto precisamos ter cuidado...
‎[20:52] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Ciência também erra! Ciência não é imutável. Mas entender que há um método científico ajuda os estudantes a entender melhor que eles podem acreditar em algo, mas que a Ciência comprova de outra forma e isso tem desencadeamos. Tenho outro exemplo.
‎[20:53] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Quando está mto frio comprovamos uma blusa de frio para nos aquecer. Muita gente propaga que é para o frio não entrar. Fechamos até a porta.
‎[20:53] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Os estudanes sabem que ocorre perda de calor. E que isso é uma visão errada. Mas o senso comum tomou para sim este discurso.
‎[20:54] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Os estudantes sabem, mas não vão comprar blusas solicitando: Quero um isolante térmico bem potente.
‎[20:54] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Mas eles entendem! Tem consciência destes discursos
‎[20:54] ‎<‎ProfMateus‎>‎ O que não ocorre com o movimento antivacina. Deixar de vacinar prejudica toda uma humanidade.
‎[20:54] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Eu falo bastante. Pode perguntar rs
‎[20:54] ‎<‎ProfMateus‎>‎ *podem
‎[20:56] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Professor, você cita a questão da postura *construcionista*
‎[20:57] ‎<‎jader_silveira‎>‎ em sua experiência, os colegas professores, inclusive de de mais disciplinas e modalidades de ensino vem adotando tal postura?
‎[20:57] ‎<‎jader_silveira‎>‎ principalmente para combate das fakenews?
‎[20:57] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Boa observação! O construcionismo está pautado na educação relacional. Está focado em entender as contruções sociais.
‎[20:58] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Na minha escola tem projetos de formação critica em outras disciplinas. E muitos dos professores são bem inseridos nas temáticas. Se posicionam de forma respeitosa. Mas de maneira geral isso não acontece.
‎[20:59] ‎<‎AnaMatte‎>‎ Sim, acredito nisso. Mas meu temor vai além. Existem fake news de primeríssima. Eu assisti a uns vídeos ultra bem produzidos, visual, musicalmente, e com textos produzidos por gente da academia, reconstruindo a história do Brasil. Desde quando eu era criança até hoje muita coisa mudou no ensino de história, que ficou mais crítica e passou a
‎[20:59] ‎<‎AnaMatte‎>‎ querer contar mais que só a história dos vencedores. Esses vídeos jogam esses avanços por terra. Se eu fosse menos crítica, acreditaria neles... A sorte é que a mairia das pessoas se contenta com manchetes de 140 caracteres... senão estaríamos perdidos.
‎[21:00] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Mas educação é um trabalho de formiguinha. Alguém precisa começar e sair da zona de conforto que ainda é muito incrustado. Também não venho trazer perfis docentes generalizando. A ideia não é autoculpabilizar os docentes. Até pq sabemos do sistema que estamos inseridos. Mas é importante sair da relação conteudo pelo conteúdo
‎[21:00] ‎<‎ProfMateus‎>‎ Vivemos a pedagogia do mais do mesmo. E precisamos dar uma sacudida nisso.
‎[21:00] ‎<‎AnaMatte‎>‎ :)
‎[21:02] ‎<‎nataliasperandio‎>‎ Parabéns pelo trabalho apresentado e pelo tema tão importante. Ao ver sua a
‎[21:02] ‎<‎nataliasperandio‎>‎ apresentação fiquei pensando de que forma um trabalho interdisciplinar poderia ser feito. Já pensou nisso?
‎[21:03] ‎<‎eliane_mila53‎>‎ Ótima apresentação prof Matheus, é muito interessante esse tema. Infelizmente, algumas pessoas ainda acreditam em noticias fakes, as vezes até absurdas, as pessoas precisa ficar atento ao utilizar a internet, e saber selecionar as informações verídicas, não acreditar em tudo que ver. As pessoas tem que se concientizazar
‎[21:03] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Retornei
‎[21:03] ‎<‎acris‎>‎ ‎[21:02] ‎<‎nataliasperandio‎>‎ Parabéns pelo trabalho apresentado e pelo tema tão importante. Ao ver sua a
‎[21:03] ‎<‎acris‎>‎ ‎[21:02] ‎<‎nataliasperandio‎>‎ apresentação fiquei pensando de que forma um trabalho interdisciplinar poderia ser feito. Já pensou nisso?
‎[21:04] ‎<‎acris‎>‎ ‎[21:03] ‎<‎eliane_mila53‎>‎ Ótima apresentação prof Matheus, é muito interessante esse tema. Infelizmente, algumas pessoas ainda acreditam em noticias fakes, as vezes até absurdas, as pessoas precisa ficar atento ao utilizar a internet, e saber selecionar as informações verídicas, não acreditar em tudo que ver. As pessoas tem que se concientizazar
‎[21:04] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Oi Natalia. Já sim!
‎[21:04] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Fizemos ano passado com a Lingua Inglesa.
‎[21:05] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ E fiz este ano com a Redação abordando Depressão e Ansiedade na Escola..
‎[21:05] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Não consigo enxergar as disciplinas como caixinhas. Inclusive, a Feira de Ciências deste ano será em forma de Teatro.
‎[21:05] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Faremos um Teatro com técnicas de Investigação Criminal.
‎[21:06] ‎<‎nataliasperandio‎>‎ Super bacana. Fiquei pensando em como seu trabalho seria importante para abordarmos as questões relacionadas aos letramentos crítico e digital
‎[21:06] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ É esta mistura de diferentes estratégias que possibilitam esta reflexão crítica também
‎[21:06] ‎<‎jader_silveira‎>‎ uma ideia excelente para ser apresentada no UEADSL, Mateus rsrs...
‎[21:06] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Sim, nataliasperandio. Educação Midiática.
‎[21:06] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Já está em alta nos Estados Unidos.
‎[21:06] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Aqui eu vi poucas iniciativas.
‎[21:06] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Super importante!
‎[21:06] ‎<‎jader_silveira‎>‎ A ideia do teatro e interdisciplinaridade tem tudo a ver com o Grupo Texto Livre
‎[21:07] ‎<‎acris‎>‎ Aqui no Brasil tem um Grupo da USP que trabalha com Educomunicação, vai nessa linha
‎[21:07] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Verdade. Tem mesmo!
‎[21:08] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Ainda faltam mais projetos na Educação Básica, mas já tem alguns projetos nesta formação crítica.
‎[21:08] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ mais abrangente
‎[21:08] ‎<‎elianepiske‎>‎ Por falar em educomunicação no UEADSL, temos um pessoal do Grupo Ribombo participando
‎[21:09] ‎<‎acris‎>‎ acho importante esses momentos em que a gente conhece mais de perto esses projetos. Acho que ainda não chegamos a uma boa estrutura, como tentaram no portal do professor, talvez aqui possamos achar algo mais dinâmico :)
‎[21:10] ‎<‎acris‎>‎ digo, no sentido de trocar as experiências, um projeto motivando e crescendo com o outro
‎[21:10] ‎<‎jader_silveira‎>‎ verdade, Professora!
‎[21:10] ‎<‎elianepiske‎>‎ AnaMatte, perfeita colocação... um projeto mobilizando com o outro
‎[21:10] ‎<‎elianepiske‎>‎ Como é bom quando temos essa oportunidade de conhecer
‎[21:11] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Excelente!
‎[21:12] ‎<‎acris‎>‎ Toda sugestão é bem vinda!
‎[21:13] ‎<‎acris‎>‎ bem, alguém mais gostaria de colaborar com o debate?
‎[21:14] ‎<‎jader_silveira‎>‎ alguns sairam... a sala caiu para vários
‎[21:15] ‎<‎elianepiske‎>‎ Estar com o professor Mateus hoje (e espero que continue) foi a possibilidade de encontrar algo mais dinâmico acontecendo e o melhor (re)pensar o que está posto como verdade(s)... Fiquei pensando no suco detox, haha
‎[21:15] ‎<‎acris‎>‎ sim, houve um excesso de usuários (não somos os únicos a usar essa rede) e muita gente caiu e só dava para reconectar se desse um ctrl+f5
‎[21:15] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ hahah pensem no próximo copo de suco de couve.
‎[21:15] ‎<‎acris‎>‎ foi mesmo, elianepiske, aliás, me deixou esperançosa, era um tema que me afligia demais
‎[21:16] ‎<‎acris‎>‎ kkk
‎[21:16] ‎<‎elianepiske‎>‎ E em tantos outros exemplos (...). Eu não tenho mais questões, mas fiquei (estou) esperançosa
‎[21:16] ‎<‎jader_silveira‎>‎ interessante demais rsrs
‎[21:16] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Fico mto feliz em compartilhar. Estas trocas são incríveis. Gratidão!
‎[21:17] ‎<‎acris‎>‎ ProfMateus36: quem sabe você não traz seus alunos para apresentar esses trabalhos no semestre que vem?
‎[21:17] ‎<‎acris‎>‎ seria o máximo!
‎[21:17] ‎<‎jader_silveira‎>‎ O Professor Mateus é ótimo quando trata de questões ligadas a Educação. Inclusive ele foi recentemente premiado no IFMG Campus Arcos com o Prêmio MEI de Docência, com as suas ideias inovadoras no campo da Educação.
‎[21:17] ‎<‎acris‎>‎ parabéns! merece mesmo!
‎[21:17] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Seria excelente!
‎[21:17] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Obrigado. São os alunos os responsáveis. Está sendo incrível essa troca.
‎[21:18] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Poderia mesmo trazer os seus alunos para o UEADSL, é uma excelente oportunidade para todos (para eles, para você e para nós))
‎[21:18] ‎<‎acris‎>‎ é fácil perceber que você é daqueles que sabem de verdade o que significa "aprender com os alunos" :)
‎[21:18] ‎<‎acris‎>‎ com certeza, para todos!
‎[21:19] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Aprender a aprender, sempre!
‎[21:19] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ =)
‎[21:19] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Vamos sim!!!
‎[21:20] ‎<‎acris‎>‎ ProfMateus36: aproveito e reforço o convite que a elianepiske fez: participe da feira de saberes, vais conhecer a moçadinha que está conosco este semestre, de escolas públicas, eja... coisaa linda de se ver
‎[21:20] ‎<‎acris‎>‎ e você vai vendo como funciona. Vai durar a semana toda: chama teus alunos para participar
‎[21:20] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Como consigo mais informações?
‎[21:21] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Tem no site e posso te passar também, Professor
‎[21:21] ‎<‎acris‎>‎ https://eventos.textolivre.org/moodle/mod/book/view.php?id=738 aqui tem um guia da temporada
‎[21:21] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Excelente. Vou ler.
‎[21:21] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Vai ser ótimo =)
‎[21:21] ‎<‎acris‎>‎ nele tem links para todos os eventos, o que tem a feira de saberes é o UEADSL
‎[21:21] ‎<‎jader_silveira‎>‎ É um congresso do Grupo Texto Livre.... muito interessante mesmo..... se é que sou suspeito para falar kkkkk
‎[21:22] ‎<‎acris‎>‎ e você pode ler nossos jornais: https://eventos.textolivre.org/moodle/mod/glossary/view.php?id=827 ali tem muita informação
‎[21:22] ‎<‎acris‎>‎ ah, eu também sou suspeita kkkk
‎[21:22] ‎<‎elianepiske‎>‎ Idem!!!
‎[21:23] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Excelente. Adorei. =)
‎[21:23] ‎<‎acris‎>‎ Parabéns, ProfMateus36!!! clap clap clap clap clap clap clap clap
‎[21:23] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Obrigado, acris :)
‎[21:23] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Parabéns, Professor Mateus!!!
‎[21:24] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Pessoal, estamos caminhando para o fim
‎[21:24] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Espero que possamos ter mais trocas em breve. Foi um prazer estar com vocês.
‎[21:24] ‎<‎jader_silveira‎>‎ gostaria de deixar algumas palavrinhas, não é? rsrs
‎[21:24] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Muitíssimo obrigado, Professor Mateus pela brilhante conferência. Em nome do Grupo Texto Livre lhe agradeço... momento também para agradecer a todos os presentes nesse momento tão especial.
‎[21:25] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Muito obrigado Professora Eliane pela mediação e Professora Ana Matte, pela oportunidade!!
‎[21:25] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Os conhecimentos do Professor Mateus foram de grande importância para todos nós, tenho certeza.
‎[21:25] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ <3 =)
‎[21:25] ‎<‎jader_silveira‎>‎ E o tema Fake News continua na próxima conferência do dia 14/11..........
‎[21:26] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Sob a Coordenação de Mariana Pinter Chaves será apresentada a conferencia “Fake News e a polêmica discursiva em torno do Projeto de Lei n. 3.369/2015” de Jaqueline Soares.
‎[21:26] ‎<‎elianepiske‎>‎ Parabéns, professor Mateus!!! Sorrisos de gratidão pela conversa e que venham outras, muitas outras (...). Nos encontramos no UEADSL!! Obrigada, jader_silveira pelo convite e é sempre muito bom estar com vocês!!!
‎[21:26] ‎<‎jader_silveira‎>‎ E na sexta, 15/11, eu volto a coordenar a conferência “A Evolução da Universidade no Contexto do EaD e Software Livre” do Nathan Peixoto Oliveira.
‎[21:26] ‎<‎acris‎>‎ parabéns, jader_silveira e elianepiske, ótima organização, tudo lindo!
‎[21:26] ‎<‎elianepiske‎>‎ O parabéns é nosso!!!
‎[21:26] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ =)
‎[21:27] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Estão todos convidados... Inclusive você, Professor!
‎[21:27] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Até a próxima! Vamos continuar em diálogo!
‎[21:27] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Tentarei participar.
‎[21:27] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Não deixe de fazer a sua AVALIAÇÃO sobre a conferência de hoje, ok? Acesse já o formulário de avaliação disponível na página do STIS.
‎[21:28] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Muitíssimo obrigado a todos e até a próxima.
‎[21:28] ‎<‎ProfMateus36‎>‎ Boa Noite! =)
‎[21:28] ‎<‎acris‎>‎ bom, vou desconectar a AnaMatte e aproveitar para já salvar esse log. Ficará disponível na página do STIS, no livro de 2019
‎[21:28] ‎<‎acris‎>‎ boa noite a todos!
‎[21:28] ‎<‎elianepiske‎>‎ Boa noite!!!
‎[21:28] ‎<‎jader_silveira‎>‎ Grande abraço a todos e ótima noite!!