STIS 2012

2. Fevereiro: Tecnologia Adaptativa (inclui registro)

Fevereiro de 2012: Tecnologia Adaptativa

conferencista: João José Neto/POLI/USP

dia 23/02 às 20h

RESUMO: Apresentação da Tecnologia Adaptativa e suas aplicações nos campos da Educação e dos Estudos da Linguagem.

REGISTRO DA CONFERÊNCIA

[20:01] <acris> Pessoal, atenção! Agora vou moderar a sala para iniciar as atividades; durante a conferência, somente AnaMatte e o prof. João José Neto poderão falar, após a conferência vou retirar a moderação para abrir as perguntas.
[20:02] <AnaMatte> =========================§§ início da conferência STIS fevereiro/2012 §§====================== Boa noite pessoal! Esta é a primeira conferência do STIS 2012.
[20:03] <AnaMatte> boa noite!
[20:03] <AnaMatte> O STIS - Seminários Teóricos Interdisciplinares do SEMIOTEC - é um evento que procura trazer à discussão discussões teóricas de toda a gama de campos do conhecimento que norteiam os trabalhos interdisciplinares do grupo Texto Livre: Semiótica e Tecnologia, da UFMG.
[20:03] <AnaMatte> A ideia é que especialistas tragam seu conhecimento específico para partilhar conosco, de forma que a maioria leiga no assunto possa estabelecer conexões entre o campo do conhecimento em foco na conferência e o campo no qual cada um de nós atua.
[20:03] <AnaMatte> Para iniciar a série de conferências deste ano, gostaria de convidar o professor João José Neto, da POLI/USP, coordenador do Laboratório de Tecnologia Adaptativa e dotado de um olhar muito especial sobre os fenômenos da linguagem. Boa noite, JoaoJose!
[20:03] <JoaoJose> Boa noite Ana, e boa noite a todos os que vão nos acompanhar.
[20:04] <JoaoJose> é um prazer estar aqui e compartilhar com todos alguma coisa do que tenho trabalhado por muitos anos.
[20:05] <JoaoJose> como disse a Ana, vamos usar como apoio um conjunto de slides (stis-fev12), e iremos discutindo seu conteúdo aos poucos
[20:05] <JoaoJose> (slide 1 - breve histórico)
[20:06] <JoaoJose> temos aí um resumo muito compacto da história do LTA (Laboratório de Linguagens e Técnicas Adaptativas)
[20:07] <woodsonfc> Pessoal  pra quem ainda não sabe "stis-fev12" é o codigo (sem aspas)
[20:07] <JoaoJose> este laboratório pertence ao departamento de engenharia de computação e sistemas digitais da Poli
[20:08] <JoaoJose> e tem se dedicado desde sua fundação em 1985 à pesquisa em linguagens inicialmente,
[20:09] <JoaoJose> e depois, em adaptatividade e técnicas adaptativas, assunto geral desta palestra
[20:09] <JoaoJose> em 1993 defendi minha tese anunciando os autômatos adaptativos, que foram os primeiros
[20:10] <JoaoJose> dispositivos adaptativos ensaiados. Tratam-se de abstrações matemáticas
[20:11] <JoaoJose> que a grosso modo pretendem modelar fenômenos com comportamento variável.
[20:11] <JoaoJose> provou-se posteriormente serem esses dispositivos Turing-completos,
[20:12] <JoaoJose> quer dizer, capazes de descrever e de executar quaisquer computações possíveis.
[20:13] <JoaoJose> (desculpem-me, estou usando um linguajar mais informal devido à heterogeneidade dos participantes)
[20:14] <JoaoJose> com esse tipo de formalismo, foi possível tratar computacionalmente diversos
[20:14] <JoaoJose> fenômenos linguísticos que têm um formato e um comportamento complexo
[20:15] <JoaoJose> É o caso das dependências contextuais, que são muito comuns em  línguas naturais.
[20:16] <JoaoJose> na época, foram aplicadas às linguagens de programação iniciando a pesquisa.
[20:16] <JoaoJose> posteriormente, já em 2001, o modelo adaptativo foi generalizado para a forma
[20:17] <JoaoJose> que hoje estamos utilizando, e foram-lhe acrescentados recursos adicionais
[20:17] <JoaoJose> como será mencionado adiante.
[20:17] <JoaoJose> Em 2007, aconteceu o primeiro workshop sobre adaptatividade, e daí em diante
[20:18] <JoaoJose> todos os anos há uma nova edição no final de janeiro, na Poli.
[20:19] <JoaoJose> este ano tivemos a honra de receber no WTA 2012 a professora Ana,
[20:19] <JoaoJose> que além de acompanhar os trabalhos, participou na mesa redonda do evento.
[20:20] <JoaoJose> Hoje em dia há uma grande variedade de dispositivos adaptativos sendo usados
[20:20] <JoaoJose> e muitas adições e avanços foram obtidos das pesquisas que estão em andamento
[20:21] <JoaoJose> na Poli e em vários outros centros de excelência, no país e no exterior.
[20:22] <JoaoJose> espero ansiosamente que no ano que vem a UFMG esteja entre os participantes ativos do WTA.
[20:22] <JoaoJose> (slide 2 - conceito de adaptatividade)
[20:23] <JoaoJose> (por favor leiam no slide)
[20:23] <JoaoJose> vejamos um exemplo concreto, que todos conhecem.
[20:24] <JoaoJose> todos jogam damas ou xadrez, certo? se não, ao menos já ouviram falar de como funcionam.
[20:24] <JoaoJose> então, todas as peças têm seus movimentos bem definidos e bem conhecidos.
[20:25] <JoaoJose> isto é verdade enquanto os peões do xadrez, ou as pedras do jogo de damas
[20:25] <woodsonfc> Cliquem em >> p\ ir ao slide 2
[20:25] <JoaoJose> não atingem a última linha horizontal do tabuleiro, porque quando isso ocorre,
[20:26] <JoaoJose> aquela peça que tinha um comportamento bem conhecido desde o inicio do jogo
[20:26] <JoaoJose> de repente muda este comportamento e começa a andar de outra forma.
[20:27] <JoaoJose> intuitivamente, isso é a essência da adaptatividade;
[20:27] <JoaoJose> 1. tenho algo cujo comportamento é descrito completamente por um conjunto de regras
[20:28] <JoaoJose> 2. tenho algumas condições especiais nas quais sei que o comportamento deve mudar
[20:28] <JoaoJose> 3. tenho uma receita de como efetuar essa alteração de comportamento
[20:29] <JoaoJose> 4. vou trabalhando normalmente até que uma condição do item 2 ocorra
[20:29] <JoaoJose> 5. nessa ocasião aciono a receita de alteração de comportamento correspondente
[20:30] <JoaoJose> 6. a partir daí as regras mudaram, e prossigo normalmente até que isso ocorra novamente
[20:30] <JoaoJose> isso é adaptatividade, descrito de uma maneira mais rigorosa
[20:31] <JoaoJose> (slide 3 - conceito de dispositivo adaptativo)
[20:31] <JoaoJose> por favor, tentem identificar no slide os elementos mencionados anteriormente.
[20:32] <JoaoJose> (para ajudar: as ações adaptativas são as tais "receitas" de mudança de comportamento)
[20:33] <JoaoJose> (slide 4 - estrutura de um dispositivo adaptativo)
[20:33] <JoaoJose> é um detalhamento do anterior, apenas
[20:34] <JoaoJose> (slide 5 - dispositivos subjacentes usuais)
[20:35] <JoaoJose> alguns nomes de abstrações formais que têm sido utilizados em trabalhos envolvendo a adaptatividade
[20:35] <JoaoJose> os mais utilizados têm sido os autômatos e as tabelas de decisão.
[20:36] <JoaoJose> seu maior emprego é na modelagem de sistemas reativos (que respondem a estímulos)
[20:36] <JoaoJose> e em programas que automatizam tomadas de decisão, como por exemplo
[20:37] <JoaoJose> programas para fazer diagnóstico médico automático a partir de sintomas,
[20:37] <JoaoJose> ou então reconhecedores automáticos de padrões e similares.
[20:38] <JoaoJose> (slide 6 - a pesquisa em adaptatividade no LTA)
[20:38] <JoaoJose> esta figura esquematiza de maneira muito resumida as principais atividades
[20:39] <JoaoJose> de pesquisa envolvendo ao mesmo tempo linguagens e adaptatividade
[20:40] <JoaoJose> (o ´titulo do slide está impreciso: seria melhor "a pesquisa em adaptatividade em linguagem natural no LTA"
[20:41] <JoaoJose> grosseiramente, há 3 faixas: uma, envolvendo linguagens formais
[20:41] <JoaoJose> outra, linguagem natural e a terceira, programas automodificáveis.
[20:41] <JoaoJose> a primeira faixa tem sido extensivamente explorada
[20:42] <JoaoJose> as outras duas estão aos poucos sendo devidamente pesquisadas e dão muitos temas
[20:42] <JoaoJose> para trabalhos de pesquisa de diversas naturezas
[20:43] <JoaoJose> (slide 7 - temas de interesse...)
[20:43] <JoaoJose> é apenas uma lista dos principais assuntos envolvendo linguagem natural e temas afins
[20:44] <JoaoJose> por favor leiam no slide os assuntos que foram ou estão sendo pesquisados sob a ótica adaptativa
[20:45] <JoaoJose> (slide 8 - alguns temas ...)
[20:45] <JoaoJose> neste slide temos mais especificamente assuntos particularmente importante que foram
[20:46] <JoaoJose> temas de mestrados e doutorados desenvolvidos no LTA, e que se situam muito
[20:46] <JoaoJose> próximos das pesquisas que se costumam realizar por outros caminhos em inteligência artificial
[20:47] <JoaoJose> trata-se de um conjunto fascinante de assuntos que apenas "arranha" a vastidão de temas
[20:48] <JoaoJose> que se podem desenvolver nessa rica área interdisciplinar de pesquisa.
[20:48] <JoaoJose> (slide 9 - outras áreas de aplicação da adaptatividade)
[20:49] <JoaoJose> esses foram alguns outros assuntos com que estivemos envolvidos em pesquisas recentes no LTA
[20:50] <JoaoJose> como se nota, as áreas de aplicação são diversas, numerosas e complexas
[20:51] <JoaoJose> mas em todas elas (e muitas outras) a adaptatividade pode ser utilizada com sucesso, como atestam os resultados dessas pesquisas
[20:52] <JoaoJose> (slide 10 - metas recentemente exploradas na área)
[20:52] <JoaoJose> as mais importantes estão realçadas em amarelo.
[20:53] <JoaoJose> particularmente interessante é a de número 5, que dá uma dimensão a mais ao estudo de aprendizagem de máquina
[20:54] <JoaoJose> o item 6 também é um tópico que vale a pena investir, dado o caráter inédito da ideia.
[20:54] <JoaoJose> (slide 11 - organizações recentemente propostas)
[20:55] <JoaoJose> muitas arquiteturas de programas têm sido propostos como base para a construção
[20:55] <JoaoJose> de programas adaptativos. Aí estão quatro itens que formam sua base.
[20:56] <JoaoJose> (sçide 12 - consolidações recentes do uso da adaptatividade)
[20:57] <JoaoJose> aí se apresentam cinco itens cujo estudo se consolidou recentemente
[20:58] <JoaoJose> pela prova formal de suas propriedades, ou pela publicação de material completo sobre o assunto
[20:58] <JoaoJose> (slde 13  - tendências)
[20:59] <JoaoJose> a mais importante são as formulações híbridas, em que a adaptatividade, por sua natureza,
[20:59] <JoaoJose> permite a mistura de técnicas diferentes em um mesmo sistema,
[21:00] <JoaoJose> de modo que em lugar de agir como mais uma alternativa a ser escolhida,
[21:00] <JoaoJose> a adaptatividade se transforma em  uma aliada das demais técnicas tradicionais
[21:01] <JoaoJose> (slide 14 - reflexões finais sobre a adaptatividade)
[21:01] <JoaoJose> aí estão resumidos, à guisa de conclusão dessa apresentação, as principais
[21:02] <JoaoJose> propriedades da adaptatividade e dos sistemas adaptativos.
[21:02] <JoaoJose> É interessante destacar o item sobre métrica do conhecimento:
[21:03] <JoaoJose> as técnicas clássicas em geral não dispõe de uma forma de medir com precisão a informação que coletam,
[21:03] <JoaoJose> processam e armazenam.
[21:04] <JoaoJose> como nos dispositivos adaptativos tudo o que o dispositivo "sabe" sobre o fenômeno
[21:04] <JoaoJose> modelado está no conjunto de regras que o descreve, então uma observação
[21:05] <JoaoJose> cuidadosa desse conjunto fornece potencialmente tudo o que se precisa saber
[21:05] <JoaoJose> sobre a informação contida nesse conjunto de regras, e portanto, traçando
[21:06] <JoaoJose> relações entre causas e efeitos pode-se em princípio descobrir
[21:06] <JoaoJose> de que maneira, como e onde o dispositivo guarda, representa, manipula e altera
[21:06] <JoaoJose> as informações que colhe ao longo de sua operação.
[21:08] <JoaoJose> até onde tenho notícia, isso os sistemas convencionais não costumam permitir com facilidade
[21:08] <JoaoJose> Bem, já passei 10 minutos do meu limite.
[21:08] <AnaMatte>  JoaoJose quando você fala que a TA permite medir e quantificar a evolução do aprendizado do sistema, acredito que seja este o ponto realmente crucial para nossa interação, pois para quem estuda a linguagem,
[21:08] <AnaMatte> não basta uma máquina que aprenda a falar, por exemplo, queremos saber que regras ela aprendeu, que regras foram geradas para tornar isso possivel, até mesmo para poder implementar melhorias em sentidos que ainda não foram alcançados pelo sistema. É uma interação entre linguistica e computação que nunca vi antes e sempre desejei.
[21:09] <JoaoJose> peço desculpas pela minha lentidão em digitar, e pela paciência que exigi de todos vocês
[21:09] <AnaMatte> é um trabalho apaixonante!
[21:09] <AnaMatte> obrigada pela ótima conferência!
[21:09] <AnaMatte> Vou abrir para perguntas, as perguntas podem ser feitas diretamente aqui para o prof.
[21:09] <JoaoJose> estou à disposição.
[21:09] <AnaMatte> palmas para o prf. JoaoJose clapclap clap
[21:10] <AnaMatte> clap clap clap clap :D
[21:10] <JoaoJose> Gracias!
[21:10] <Shirley> clapclap clap
[21:10] <belcoimbra> muito bom!!!! clap, clap!!!
[21:10] <adelmaa> clap clap clap clap...
[21:10] <ElizabethGuzzo> clap clap!!!!!!!!!!!
[21:10] <woodsonfc> clap clap
[21:10] <AnaMatte> está aberto a perguntas!
[21:10] <JoaoJose> reverências, reverências :-))
[21:10] <patriciadefatima> clap"s
[21:10] <BrunoForgiarini> muito interessante o tema
[21:10] <AnaMatte> :)
[21:10] <tanpi> tanpiclap clap!
[21:10] <BrunoForgiarini> parabéns
[21:11] <leilaiabel_> show de bola!
[21:11] <AnaMatte> JoaoJose: em termos de estudos da linguagem natural, vocês já tem algumas ótimas propostas sendo desenvolvidas no LTA, não gostaria de nos apresentar alguma ou algumas delas?
[21:11] <jorgelinat> clap, clap! Parabéns!
[21:11] <SuintilaPedreira> Seria interessante disponibilizar a íntegra desta palestra no site... infelizmente só cheguei a pouco, e perdí o início dela!
[21:11] <AnaMatte> SuintilaPedreira: será disponibilizado, certamente
[21:12] <JoaoJose> acho que isso daria assunto para um longo papo.
[21:12] <SuintilaPedreira> \o/
[21:12] <patriciadefatima> Poderia, por favor, exemplicar como a "Inferência gramatical" estaria ligada ao tema, como seria tratado?
[21:12] <AnaMatte> JoaoJose: em linhas gerais apenas para dar um gostinho
[21:12] <belcoimbra> prof Joao, ha algum trabalho relacionado á linguagem visual?
[21:12] <JoaoJose> o material dos dois pdf's que lhe passei tem um montão de referências a elas.
[21:12] <leilaiabel_> trabalho com TAs, dentro do conteúdo de educação inclusiva. Como a adaptividade entra no contexto de TAs? Substituindo?, acrescentando?, complementando?
[21:12] <BrunoForgiarini> acabei de baixar um texto que fala sobre reconhecedor gramatical usando tecnologia adaptativa. me parece uma LEITURA BEM INTERESSANTE
[21:13] <JoaoJose> vou falar um pouco agora, mas você precisa me dar um minutinho para localizar meu material
[21:13] <patriciadefatima> Onde encontro?
[21:13] <AnaMatte> patriciadefatima: http://lta.poli.usp.br/lta
[21:13] <Douglas> essa pesquisa já tem resultado na produção de um software com base em adaptatividade ou não é o foco do trabalho?
[21:14] <BrunoForgiarini> http://lta.poli.usp.br/lta/wta/wta-2012/trabalhos/papers/wta_submission_2/view
[21:14] <AnaMatte> aqui tem todos os eventos e papers disponíveis, inclusive de 2012, oba :D http://lta.poli.usp.br/lta/wta
[21:15] <JoaoJose> voltei.
[21:15] <AnaMatte> Douglas: tem sim, vi vários trabalhos já aplicados em janeiro no WTA
[21:15] <leilaiabel_> Prof. João José: trabalho com TAs, dentro do conteúdo de educação inclusiva. Como a adaptividade entra no contexto de TAs? Substituindo?, acrescentando?, complementando?
[21:16] <AnaMatte> leilaiabel_: o que são TAs?
[21:16] <JoaoJose> 1. Não-determinismos
[21:16] <leilaiabel_> tecnologias assistivas
[21:16] <JoaoJose> 2. Ambigüidades morfológicas e sintáticas
[21:16] <AnaMatte> obrigada, leilaiabel_
[21:16] <JoaoJose> 3. Dependências contextuais próximas (p.ex. concordâncias)
[21:16] <JoaoJose> 4. Omissão de componente (p. ex. elipse)
[21:17] <BrunoForgiarini> Parabéns profa. Ana pela escolha do conferencista, achei ótima a abordagem do estudo! Particularmente não conhecia.
[21:17] <JoaoJose> 5. Unicidade (p.ex. componente obrigatório único)
[21:17] <patriciadefatima> Obrigada, Ana e Bruno, consegui entrar nos endereços indicados para as leituras.
[21:17] <JoaoJose> 6. Multiplicidade (p. ex. coordenações, polissíndetos)
[21:17] <JoaoJose> 7. Flexões e concordâncias em gênero, número, grau, tempo, modo, pessoa
[21:18] <JoaoJose> 8. Regência (p.ex. preposições em objeto indireto e complemento nominal)
[21:18] <JoaoJose> 9. Dependências contextuais distantes (p.ex. sujeito oculto e anáforas)
[21:18] <JoaoJose> 10. Expletivos e apostos
[21:18] <JoaoJose> 11. Inversões
[21:19] <JoaoJose> 12. Substituição de componentes básicos por sintagmas complexos
[21:19] <JoaoJose> Aninhamento de frases relativas  Aninhamento de frases relativas
[21:19] <Shirley> Prof. João, boa noite! Pelo que entendi, a base para a adaptabilidade seria a existência de um conjunto de regras previamente definidas e que fossem aplicadas quando o dispositivo perceber uma mudança de comportamento na entrada de dados. Certo?
[21:20] <AnaMatte> uau, JoaoJose, exatamente problemas que são dramáticos na implementação de parsers... fantástico, eu quero :D
[21:20] <JoaoJose> essas são algumas das ocorrências linguísticas que eu menciono em um dos pdfs.
[21:21] <leilaiabel_> Quais pdfs?
[21:21] <JoaoJose> shirley, mais ou menos.
[21:21] <Shirley> a questão é qual a base para elaboração dessas regras?
[21:21] <hugleo> tem dois pdfs aqui: http://arquivos.stis.textolivre.org/site/
[21:21] <JoaoJose> é o seguinte: você tem um sistema que roda conforme uma dúzia de regras bem definidas
[21:22] <AnaMatte> JoaoJose: coloquei os pdfs online: http://arquivos.stis.textolivre.org/site/sequenciagraficadodominadaptativo.pdf e http://arquivos.stis.textolivre.org/site/adaptatividadeemPLN.pdf
[21:22] <JoaoJose> (que você pode obter por exemplo em um livro especializado, ou com um expert, ou você mesma pode criar
[21:22] <JoaoJose> )
[21:23] <Shirley> então a adaptação deve observar a previsibilidade de certo evento ocorrer...
[21:23] <Douglas> se as regras forem pré definidas não haveria adaptação e não seria nada diferente. não estariamos falando em uma base para inteligencia artificial e sim linguagem de programação normal
[21:23] <JoaoJose> então você observa (durante o projeto) que sempre que a regra 4 for aplicada após a regra 7, isso
[21:23] <JoaoJose> significa que algo estranho está acontecendo.
[21:24] <JoaoJose> então você associa uma ação adaptativa (de modificação do conjunto de regras) às ocasiões
[21:25] <Shirley> entendo.
[21:25] <JoaoJose> em que a regra 4 é executada depois da regra 7.
[21:25] <woodsonfc> JoaoJose, então é o computador que irá perceber essa mudança? Ou sempre temos que reprogramar?
[21:25] <JoaoJose> (fantasiei, mas é mais ou menos assim que a gente cria sistemas adaptativos intuitivamente
[21:26] <Shirley> o fato é que o modelo deve antecipar os possíveis eventos.
[21:26] <JoaoJose> woodsonfc: o computador é que tem de perceber tudo, depois que o software adaptativo fica pronto
[21:27] <JoaoJose> antes disso, a gente tem naturalmente que programá-lo adequadamente
[21:27] <JoaoJose> a ideia é programá-lo e "cair fora" deixando que ele aprenda com o tempo, e até que evolua.
[21:28] <AnaMatte> JoaoJose: seria como se o sistema estivesse se auto monitorando o tempo todo, para aprender e gerar novas regras se necessário, já que as regras iniciais indicam o seu objetivo?
[21:28] <JoaoJose> Shirley: sim, devemos como em toda programação de computador, ensiná-lo a fazer o que queremos,
[21:28] <woodsonfc> Aquelas opções de tradução do tradutor do google é um exemplo? prof. JoaoJose
[21:29] <JoaoJose> e se não soubermos exatamente, devemos ensiná-lo a aprender como fazer
[21:29] <JoaoJose> a inteligência é sempre nossa em última instância, e não pode ser diferente
[21:30] <AnaMatte> perfeito
[21:30] <Shirley> ok. muito obrigada.
[21:30] <JoaoJose> woodsonfc: o google até onde tenho informação tem um gigantesco banco de coisas prontas para acelerar o processo
[21:30] <patriciadefatima> Se a lingua portuguesa sofresse mais alguma mudança, deveroa ser reprogramado?
[21:31] <AnaMatte> pessoal, mais alguma pergunta?
[21:31] <JoaoJose> não acredito que ele faça tudo de novo a cada pesquisa.(mas é meu chute)
[21:31] <Shirley> deve ser interessante o uso do modelo associado com experimentos em psicologia cognitiva, por exemplo.
[21:31] <JoaoJose> Shirley: sem dúvida, um ótimo tema de pesquisa
[21:31] <woodsonfc> Se eu faço uma escolha parece que muda como o programa irá traduzir
[21:32] <Shirley> é que estou estudando resolução de problema numa perspectiva de compreensão de texto.
[21:32] <JoaoJose> patriciadefatima: com sistemas tradicionais sim, com adaptativos, se for bem projetado, não obrigatoriamente
[21:32] <Shirley> estava imaginado a simulação das minhas hipoteses.
[21:32] <JoaoJose> woodsonfc: não entendi
[21:34] <woodsonfc> O programa dá opções para a tradução de uma palavra ou termo e podemos corrigi-lo e ele parece aprender ou tentar aprender com essas correções que fazemos
[21:34] <Douglas> Joao Jose o sistema poderá então se programar por base em dados on line por exemplo para atualizar suas informações sobre lingua portuguesa
[21:34] <JoaoJose> sim, ´´e isso que acontece mesmo, mas há várias maneiras de fazer isso no software
[21:35] <JoaoJose> a adapatividade é uma delas, mas existem muitas outras
[21:36] <JoaoJose> Douglas: se houver informação suficiente para isso, é perfeitamente viável em teoria.
[21:36] <JoaoJose> na prática depende dos dados disponíveis, histórico, aprendizado etc
[21:36] <JoaoJose> mas a raiz de tudo está na programação inicial do sistema adaptativo
[21:37] <Douglas> quando se diz aprendizado podemos entender o aprendizado que o superlogo é capaz de assimilar e utilizar isso em softwares mais complexos?
[21:37] <JoaoJose> woodsonfc: consegui responder?
[21:37] <AnaMatte> JoaoJose: por esse motivo trabalhar com módulos adaptativos menores integrados é uma opção bem interessante, não?
[21:38] <JoaoJose> AnaMatte: sim, pois podem ser especializados cada qual para ser muito bom no seu assunto
[21:38] <woodsonfc> Sim, mas minha burrice lógica ainda não entendeu como ele consegue perceber que algo está estranho e como ele (o programa) sabe como irá se adaptar a isso
[21:38] <JoaoJose> e a cooperação entre eles poderia até ser supervisionada por um outro elemento de coordenação em nível superior
[21:39] <belcoimbra> nossa, a aplicabilidade da adaptatividade é barbara e a minha cabe;a esta a mil...rsrs pois é , e fico pensando como teoricamente trabalhariamos temas relacionados á arte... em especifico á liguagem da dança
[21:39] <adelmaa> Porf. boa noite! Trabalho com aquisição da linguagem escrita de uma empregada doméstica que escreve sua autobiografia manuscrita e de forma digital.Minhapergunta é a seguinte:
[21:39] <JoaoJose> woodsonfc: não é burrice nenhuma, e ele nunca vai saber se não for programado para isso ou para aprender isso
[21:40] <JoaoJose> só nós por enquanto temos condição de suprir essa necessidade dele
[21:40] <adelmaa> como fazer uso da adpatatividade para analisar os "varios " erros granaticais que este meu sujeito produz?
[21:41] <JoaoJose> belcoimbra: certíssima. totalmente possível, embora eu não tenha a menor ideia de como fazer, neste momento
[21:41] <woodsonfc> entendo, o programa pode automatizar e sempre irá nos dar um feedback das alterações ocorridas
[21:41] <woodsonfc> a partir dos dados que entram
[21:41] <belcoimbra> :) ja estpou pensando aqui com meus botóes prof Joao...
[21:42] <JoaoJose> adelmaa: se você tem apenas o manuscrito, é preciso um passo intermediário de
[21:42] <JoaoJose> processamento de imagem, para descobrir o que está codificado nos garranchos
[21:42] <JoaoJose> depois é necessário um processamento de texto para converter os caracteres supostos
[21:42] <Douglas> se ensinarmos o computador pode prever situações problemas e aprender a dar soluções à eles. Soluções que demorariamos a dar ou nem saberiamos como dar essa é a ideia
[21:43] <AnaMatte> não queria interromper... mas... prof JoaoJose, infelizmente precisamos encerrar, já passamos do tempo regulamentar. Mais uma vez, muito obrigada pela excelente conferência e por sua eterna simpatia! Publicaremos a palestra na página do stis.lintec.org muito em breve. Aproveitem e visitem a revista texto livre (www.textolivre.net) que lançou mais um número hoje. Dia 9 de março voltamos com uma conferência do prof. Brian Street, amanhã
[21:43] <AnaMatte> mesmo já teremos maiores informações na página do stis. Obrigada a todos pela presença.
[21:43] <JoaoJose> nos caracteres de fato, e para isso há muitos softwares que pretendem fazer isso
[21:44] <JoaoJose> Douglas: correto, e é uma das metas da adapatividade
[21:44] <adelmaa> Obrigada!
[21:44] <JoaoJose> infelizmente ainda precisamos desenvolver uma tecnologia para ajudar-nos a bolar soluções adaptativas
[21:44] <belcoimbra> Parabens a comissao organizadora do STIS 2012!!! Parabens ao prof Joao!
[21:45] <Douglas> obrigado joao jose pelas informações
[21:45] <JoaoJose> da mesma forma que existem softwares para ajudar-nos a programar convencionalmente
[21:45] <adelmaa> Parabéns professor pela sua brilhante palestra.
[21:45] <Douglas> parabens pelo trabalho
[21:45] <belcoimbra> Começamos com chave de ouro!!!
[21:45] <adelmaa> Sem dúvida!
[21:45] <belcoimbra> Abração a todos!!! té!!!!
[21:46] <JoaoJose> a todos: obrigado por tantas manifestações. esqueci de responder para alguém?
[21:46] <ElizabethGuzzo> Excelente!!!
[21:46] <AnaMatte> JoaoJose: acho que respondeu a todos. o tempo é curto quando a gente se entusiasma :)
[21:47] <patriciadefatima> Obrigada, espero poder participar de mais outra palestra sobre o tema para aprofundarmos mais.
[21:47] <woodsonfc> Próxima conferência é dia 9 de março com o prof. Brian Street  "Literacy and Multimodality" http://stis.textolivre.org/site/index.php/agenda/icalrepeat.detail/2012/03/09/466/-/prof-brian-street-unb-qliteracy-and-multimodalityq
[21:47] <JoaoJose> não  havendo mais nada, só resta agradecer a profa Ana, e colocar-me à disposição para contatos:
[21:47] <JoaoJose> jjneto@gmail.com
[21:47] <JoaoJose> muito obrigado a todos.
[21:47] <woodsonfc> JoaoJose obrigado
[21:47] <Talles_> Parabéns pela conferência, espero a próxima oportunidade para aprender um pouco mais, abraço a todos
[21:48] <AnaMatte> foi um prazer, JoaoJose, muito obrigada! um grande abraço e até breve
[21:48] <woodsonfc> e parabéns, se tiver alguma dúvida, certamente que escreverei!
[21:48] <woodsonfc> E terei muitas!
[21:48] <JoaoJose> ana, tchau e boa noite. até a próxima.
[21:48] <adelmaa> Nós da comissão STIS 2012 esperamos encontrar todo(a)s vocês no próximo evento. A todos vocês nosso muito obrigada!
[21:48] <Shirley> obrigada pela oportunidade!
[21:48] <belcoimbra> OK!!!
[21:49] <JoaoJose> woodsonfc: não dúvidas, e sim soluções... :-))
[21:49] <AnaMatte> :D
[21:49] <woodsonfc> Claro tb JoaoJose
[21:49] <woodsonfc> :-o
[21:49] <AnaMatte> JoaoJose: a comissão do stis é composta pela adelmaa, pelo woodsonfc e pela ElizabethGuzzo
[21:50] <AnaMatte> agradeço a eles pelo esforço em tornar esse evento possível
[21:50] <JoaoJose> prazer em "conhecê-los" virtualmente
[21:50] <ElizabethGuzzo> o prazer é nosso
[21:50] <adelmaa> a honra é nossa!!
[21:50] <BrunoForgiarini> grande abraço a todos
[21:51] <woodsonfc> quiçá presencialmente um dia nos conheceremos
[21:51] <JoaoJose> se Deus quiser
[21:51] <woodsonfc> abraço BrunoForgiarini
[21:51] <BrunoForgiarini> Gostaria de saber como obtenho um atestado de participação
[21:51] <JoaoJose> abraço, Bruno!
[21:52] <AnaMatte> também agradeço ao apoio inestimável do hugleo, com o chatslide
[21:52] <BrunoForgiarini> abraço prof Jose!
[21:52] <hugleo> :)
[21:52] <JoaoJose> câmbio final e desligo.

Todos os trabalhos aqui publicados estão licenciados segundo a Creative Commons

Creative Commons TL Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Based on a work at Texto Livre.