ANFITEATRO

  Título:

ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE GELEIA DE CHÁ VERDE E MELISSA

Autores: Ana Carolina Carvalho Pontes Borges, Daniela Ferreira Cabral, Larissa Cristina da Silva, Olga Luisa Tavano
Resumo:

A Camellia sinensis e Melissa officinalis L vem sendo consumida pela maior parte da populacao devido seus benefícios medicinais, devido suas características específicas, em especial a ação antioxidante. O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antioxidante de geleias de chá verde com melissa, já que se é conhecido sua utilização como meio de conservação.

LEIA Artigo Completo em PDF: Documento PDF UEADSL Desenvolvimento de geleias.pdf
Anexos:

PERFIL DAS AUTORAS: Ana Carolina Pontes, Daniela Ferreira Cabral, Larissa Silva, Olga Tavano

Área do Conhecimento: Nutrição
Categoria principal:



Teorias Aplicadas
Categorias Específicas: Alimentos
Instituição: UNIFAL - MG
Palavras-Chave:
Mesa (1): Olga Luisa Tavano
Mesa (2): Ariane Luz Carvalho - FAESF/MA
Mesa (3):

Adorou este trabalho? Que tal indicá-lo para receber Menção Honrosa? Clique aqui para ir à página de votação.

Aprovado terça, 12 jun 2018, 08:01

Código: Olga-01

Comentários

  • Imagem de Ariane Luz CarvalhoAriane Luz Carvalho - seg, 25 jun 2018, 14:59
    ola! Sou a Profª Ariane Carvalho, pude analisar o referido trabalho e o mesmo apresenta uma boa descrição do experimento realizado, parabéns! Me chamou atenção o fato de haver tal discordância entre a aparência e o sabor, pois foram inversas. o que poderia ser feito para melhorar a aparência da geleia de maracujá? qual a quantidade ideal para ser ingerida diariamente deste tipo de produto antioxidante para que tenha o efeito esperado?
  • Imagem de Roberto de Barros SilvaRoberto de Barros Silva - ter, 26 jun 2018, 11:15
    Bom dia. Sou professor Roberto de Barros, pude ler o trabalho e achei o mesmo bastante interessante e pertinente. Surgiu-me algumas dúvidas referentes aos efeitos antioxidantes. Vocês tem alguma ideia de quais compostos (da classe dos flavonoides), especificadamente, que existe na geleia de chá verde e Melissa teria o efeito antioxidante mais significativo? Em outras palavras: Vocês chegaram a fazer uma caracterização dos flavonoides? (pergunto isso, só por curiosidade mesmo). Uma outra questão é: Sabemos que os antioxidantes são muito importantes nos processos biológicos, em termos gerais. No entanto, muitos antioxidantes (ainda mais os flavonoides) podem ser pró-oxidantes, a depender da dose. Vocês saberiam informar, pegando carona na pergunta da professora Ariane, qual a dose ideal para ser ingerida desse composto e; com isso evitar que os efeitos antioxidantes possam a se tornar pró-oxidantes?
  • Imagem de Larissa SilvaLarissa Silva - qua, 27 jun 2018, 22:15
    Boa Noite Olga, acho que poderiamos melhorar na questão da aparência, diminuindo a quantidade de pectina adicionada no preparo para melhorar a consistência, poderiamos adicionar tambem uma fruta pra dar um sabor diferente a geleia mas que nao diminuisse o potencia antioxidante.
  • Imagem de Larissa SilvaLarissa Silva - qua, 27 jun 2018, 22:17
    Boa noite Prof Ariane como disse anteriormente acho que poderiamos diminuir a quantidade de pectina adicionada, o açúcar, fazer novas versões do preparo. De acordo com pesquisas o consumo máximo do chá verde é de três vezes ao dia e acredito que como a geleia é feita com uma quantidade que equivale a 3 chás, não teria a possibilidade de seu consumo torna-se pró-oxidante. Mas ainda é necessário novas pesquisa sobre o seu efeito antioxidante.
  • Imagem de Larissa SilvaLarissa Silva - qua, 27 jun 2018, 22:20
    Boa Noite Professor Roberto, eu não saberia te responder sobre isso pois não foi feito a caracterização dos flavonoides mas poderíamos pensar sobre essa caracterização, obrigada pela ideia.
  • Imagem de Igor GranjaIgor Granja - qui, 28 jun 2018, 20:57
    Tema bastante chamativo e trabalho muito interessante. Evidencia que, mesmo pessoas que não gostam, ou não possuem o hábito de tomar chá, podem se aproveitar dos efeitos antioxidantes destes... Parabéns pelo artigo!!!
  • Imagem de Ariane Luz CarvalhoAriane Luz Carvalho - qui, 28 jun 2018, 22:19
    boa noite! obrigada pelos esclarecimentos Larissa! Parabéns novamente!
  • Imagem de Dayanne CarvalhoDayanne Carvalho - qui, 28 jun 2018, 23:28
    Boa noite, ótimo tema e questão pertinente sobre os chás na dieta, sendo que muitas pessoas tem dificuldades de consumir e a na geléia seria a solução, uma dúvida é com a adição de sua polpa houve uma diminuição do efeito antioxidante, haveria algo que poderia ser feito para não ocorrer isso mesmo adicionando a polpa do maracujá ou de outro alimento?
  • Imagem de Bruno Martins Dala PaulaBruno Martins Dala Paula - sex, 29 jun 2018, 08:11
    Bom dia colegas, muito interessante o trabalho realizado, vocês elaboraram um novo produto alimentício acrescentando uma importante propriedade funcional (antioxidante) ao mesmo. Respondendo à pergunta do Roberto, o artigo menciona a utilização de 5 sachês de chá verde, 10 g de folhas de Melissa em 1 L de água e 52 mL de suco de maracujá para o preparo da geleia. Considerando que um sachê do chá verde é utilizado em uma xícara de chá (volume aproximado de 150 mL), a proporção utilizada das ervas não ocasionaria um excesso do seu consumo, e portanto, não geraria um efeito pró-oxidante. Além do mais, a geleia é um produto que não é consumido em grande quantidade, na maioria da vezes é usada acompanhando uma base (pão, biscoito, torrada, etc.). Em minha opinião, seria uma boa alternativa de produto alimentício com alegação de funcionalidade.
  • Imagem de Roberto de Barros SilvaRoberto de Barros Silva - sex, 29 jun 2018, 09:04
    Obrigado pelos esclarecimentos Larissa. Se servir de sugestão, existem algumas possibilidades para caracterizar os flavonóides e o mecanismo antioxidante destes. A caracterização pode ser feita com o uso de cromatografia (não sei se existe essa possibilidade de fazer aí). Outra forma, para avaliar os mecanismos antioxidante seria o uso de uma técnica chamada: Ressonância paramagnética por spin. Pode ser que seja mais difícil ter esse equipamento, então eu sugiro que vcs realizem uma técnica mais simples. Existe um kit para mensurar peróxido de hidrogênio. Como, bioquimicamente, o peróxido de hidrogênio surge nos sistemas biológicos, através de algumas reações chaves como: produção de superóxido, convertido pela superóxido dismutase ou a catalase em peróxido de hidrogênio e este, na presença do ferro (reação de Fenton) vira radical hidroxi, sugiro que possas avaliar a capacidade do chá em reduzir essa espécie relativamente reativa com o uso desse kit e mensurando o mesmo por espectrofotometria. Técnica mais simples e, nesse caso, creio que daria um plus ao seu belíssimo trabalho. Parabéns, mais uma vez.
  • Imagem de Ludmila Dos Santos MarianoLudmila Dos Santos Mariano - sex, 29 jun 2018, 14:55
    Boa tarde, tenho uma pergunta! Vocês acham que poderiam obter maior atividade antioxidante da formulação com maracujá se fosse corrigido o pH?
  • Imagem de Vitória CunhaVitória Cunha - sex, 29 jun 2018, 19:03
    Boa noite, achei o tema bastante interessante e gostaria de parabenizar os autores. Uma forma eficiente de introduzir os benefícios do chá verde, de uma outra forma, na alimentação da população. Oferecendo assim, uma outra opção de preparo para o mesmo alimento. Muito bom, parabéns!
  • Imagem de José Adauto de Carvalho JúniorJosé Adauto de Carvalho Júnior - sex, 29 jun 2018, 19:04
    Os chás no comércio ainda é uma questão de oferta e procura.
  • Imagem de Isabella BorgesIsabella Borges - sex, 29 jun 2018, 23:11
    O tema desenvolvido no trabalho acredito que chama muito a atenção, e também é um novo meio de conhecer funções mais diversificadas sobre os alimentos, e formas talvez até mais atrativas para a população e juntamente fornecendo também esses efeitos benéficos das geleias de chás. Meus parabéns pelo trabalho, um assunto de extrema importância para nós!
  • Imagem de Matheus MonacoMatheus Monaco - sex, 29 jun 2018, 23:58
    O tema foi muito bem estruturado, e com certeza chama atenção na geração atual pelo fato de estar na moda o uso de chás em muitas preparações