ANFITEATRO

  Título:

DESMISTIFICANDO O RÓTULO “NATIVOS DIGITAIS”

Autores: Aline cristiana Ferreira
Resumo:

 

Este artigo objetiva apresentar um recorte de uma pesquisa que está sendo desenvolvida em uma Escola Estadual de Mariana, Minas Gerais.Para geração dos registros, foi aplicado um questionário para traçar o perfil socioeconômico dos alunos e conhecer sua relação com a leitura na internet. A análise dos dados permitiu uma reflexão sobre o mito “nativos digitais”, pois demonstra que os jovens não acessam a internet o tempo todo.

 

LEIA Artigo Completo em PDF: Documento PDF VERSÃO FINAL.doc.pdf
Anexos:

PERFIL DA AUTORA: Aline Cristiana Ferreira

Área do Conhecimento: Linguística
Categoria principal:


Ensino/Aprendizagem

Categorias Específicas: Novas Tecnologias
Instituição: UFMG - MG
Palavras-Chave:
Mesa (1): Adriane Teresinha Sartori
Mesa (2): Aldo Bueno de Lima Junior - SCJ/ ACADEJUC
Mesa (3):

Adorou este trabalho? Que tal indicá-lo para receber Menção Honrosa? Clique aqui para ir à página de votação.

Aprovado quarta, 13 jun 2018, 23:24

Código: Adriane-14

Comentários

  • Imagem de Adriane SartoriAdriane Sartori - seg, 18 jun 2018, 19:14
    : Outro aspecto que pode colocar em xeque a ideia de nativo digital é o fato de que “nativo” pode ser compreendido como “natural” em oposição a “aprendido”. Ou seja, não há nativos digitais também porque tudo o que se faz em um ambiente online é aprendido, com ou sem a ajuda de alguém. Parece-lhe coerente essa argumentação?
  • Imagem de Mariotides Gomes BezerraMariotides Gomes Bezerra - dom, 24 jun 2018, 15:51
    Aline, muito boa essa reflexão tirando o peso das costas dos alunos de que são obrigados a saberem as coisas relacionadas às tecnologias simplesmente por serem "nativos digitais" e nos libertando a todos desse preconceito!
  • Imagem de Aline Cristiana FerreiraAline Cristiana Ferreira - ter, 26 jun 2018, 11:35
    Sim, Adriane. essa é uma forte argumentação que desmistifica o rótulo "nativos digitais", antes da questão da falta de acesso que coloco em meu artigo é importante pensar nesta perspectiva. Obrigada pela contribuição.
  • Imagem de Aline Cristiana FerreiraAline Cristiana Ferreira - ter, 26 jun 2018, 11:47
    Mariotides, tiramos também um peso de nossas costas, afinal existe uma pressão sobre o professor contemporâneo de que deve incorporar a tecnologia em nossas práticas, uma vez que os alunos "vivem conectados" e assim melhor o desempenho escolar.
  • Imagem de Aline Cristiana FerreiraAline Cristiana Ferreira - ter, 26 jun 2018, 11:50
    Obrigada, Fabiana. Foi uma pesquisa surpreendente, pois acreditava realmente que os alunos viviam conectados.
  • Imagem de Fabiana Cândida BorgesFabiana Cândida Borges - ter, 26 jun 2018, 18:30
    Parabéns pela pesquisa, Aline! Temos o costume de reproduzir discursos sem ter, de fato, conhecimento. Como professores, precisamos desmistificar tal ideia ("nativos digitais"), visto que, ao estigmatizarmos nossos alunos, perdemos a oportunidade de apresentarmos outras possibilidades para o uso dessa ferramenta, esta tão importante no processo de ensino-aprendizagem.
  • Imagem de Cristiane DiasCristiane Dias - qua, 27 jun 2018, 14:13
    Muito interessante Aline, estamos o tempo todo ouvindo alguém falar que nossos alunos são " nativos digitais' e isso meio que nos coloca em desvantagem para colaborarmos em sua formação... Enfim, sua pesquisa mostra que ter o aparelho nas mãos não significa usá-lo com eficiência, desenvoltura e ter a oportunidade de acesso à internet. Parabéns!
  • Imagem de Levi Rosa de CamposLevi Rosa de Campos - qua, 27 jun 2018, 20:17
    Parabéns, Aline! Fiquei bem surpreso com as suas observações. Temos que ter muito cuidado com rótulos de qualquer espécie. Creio que mesmo que fossem "nativos digitais", deveria haver um trabalho pedagógico sistematizado, pois o simples acesso à informação digital não implica o saber usá-la.
  • Imagem de Valdiene GomesValdiene Gomes - qui, 28 jun 2018, 09:53
    Eu gosto muito de trabalhar com atividades usando as novas tecnologias e isso não é surpresa para mim, um simples trabalho usando o power point os alunos do ensino médio não dominam, tenho que ensinar muitas vezes, e pensando na vida "on line", também não sabem, eles sabem navegar nas redes sociais, mas não tem habilidade para usar ferramentas tecnológicas, são poucos que por interesses particulares, têm essa facilidade.
  • Imagem de Marcelo VieiraMarcelo Vieira - qui, 28 jun 2018, 18:28
    Aline, muito bom trabalho! O termo " nativos digitais' é largamente empregado na mídia como se todas as crianças e adolescentes estivessem sob a mesma condição social, cultural, e tecnológica. O trabalho mostra um choque de realidade. Parabéns!
  • Imagem de Eliane Apolinário Vieira AvelarEliane Apolinário Vieira Avelar - sex, 29 jun 2018, 20:30
    Boa noite a tod@s!
    A autora destaca nas considerações finais que a expectativa era que de que todos os alunos tivessem acesso à internet em seus celulares, mas pode perceber que isso não ocorre.
    De fato ainda existem muitas pessoas a margem desse processo de interação com as tecnologias digitais.
    Para complementar essa discussão, sugiro também a leitura de um outro artigo que está sendo apresentado no evento, pois ele apresenta uma proposta com os educandos da EJA, que muitos deles podem ser considerados "imigrantes digitais".
    Artigo: O USO DAS TCIs NA EJA POR UMA VIDA MAIS AUTÔNOMA
    Link: https://eventos.textolivre.org/moodle/mod/data/view.php?d=4&rid=98
  • Imagem de Marco Antônio PeixotoMarco Antônio Peixoto - sáb, 30 jun 2018, 18:57
    Boa noite Aline e demais colegas participantes! Aline, o seu artigo é muito interessante e trata de um assunto bem atual. Existem vários embates no campo educacional sobre a utilização ou não do celular em sala de aula. O seu trabalho contribui e muito no debate ao começar a desmistificar a questão dos nativos digitais. Continue no caminho e nos brinde com os resultados finais da sua pesquisa. Parabéns!
  • Imagem de Silvane GomesSilvane Gomes - sáb, 30 jun 2018, 23:53
    Um questionamento interessante, coerente e que com certeza apontará indícios interessantes e postulares. Alice, quero trocar ideias com você! silvanenet@gmail.com