PALCOS DO EVIDOSOL/CILTEC-Online

A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo

 
Imagem de Comissão Organizadora do EVIDOSOL/CILTEC-Online
A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo
por Comissão Organizadora do EVIDOSOL/CILTEC-Online - quinta, 15 nov 2018, 13:35
 

Título:

A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA

Autores: Diego de Oliveira Araujo
Resumo: 

Se os alunos já usam constantemente seus aparelhos, então por que não levar a aula à um lugar onde eles já estão conectados? O Trello tem uma farta aplicabilidade à sala de aula, que vem surpreendendo tanto os professores quanto seus alunos – sendo uma ótima ferramenta para aprendizado baseado em projetos, solução de problemas ou divisão baseada em padrões. Desta maneira, o presente texto tem por fim demonstrar como os alunos podem usar as ferramentas do Trello para assumir o controle de seu próprio aprendizado e descrever os passos necessários para concluí-lo, dividindo tarefas e planejando o que precisam para atingir as metas. Para tanto, utilizou-se da “metodologia experimental”, com participação atiça no processo. Nesse sentido, a participação é um meio para chegar a um fim e, portanto, faz parte do método e o qualifica, buscando tornar clara a presente elucidação. Neste panorama, traz-se o sucesso da aplicação do método, logo após a explicação da ferramenta. Concluindo-se, ao final, com as considerações necessárias.

LEIA Artigo Completo em PDF: Documento PDF A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA.pdf
Trilha Principal: Educação e Tecnologias
Trilha Opcional: Mídia-educação
Área do conhecimento (CNPq):7.08.04.03-6 Tecnologia Educacional
Instituição: FAMESC
Palavras-Chave: Aprendizado Ativo; Ensino participativo; Tecnologia; Trello
Mesa (1):Fernanda Correa Silveira Galli
Mesa (2):Odair José Silva dos Santos

Imagem de Fernanda Correa Silveira Galli
Re: A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo
por Fernanda Correa Silveira Galli - domingo, 18 nov 2018, 22:37
 

Olá, sejam tod@s muito bem-vindos!

O trabalho intitulado UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA apresenta uma proposta de natureza prática sobre o uso da ferramenta Trello no processo de ensino-aprendizagem colaborativo.

Para dar início às nossas reflexões, lanço as seguintes questões:
(i) quais os principais desafios enfrentados pelo professor e pelos alunos no que se refere ao uso da tecnologia em sala de aula, no processo de ensino-aprendizagem?
(ii) qual a relevância do uso de ferramentas colaborativas em sala de aula?
(iii) podemos afirmar que a noção de "ferramenta colaborativa" está associada só à tecnologia? Por que?

 


Imagem de Diego Araujo
Re: A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo
por Diego Araujo - terça, 20 nov 2018, 16:29
 

Doutora, fico muito feliz com os questionamentos que levantou em meu texto. Tentarei responde-los de forma satisfatória, mas que também abra espaço a novas indagações.


(i) Muito se tem escrito sobre a formação do professor para a integração das tecnologias digitais em suas aulas. E neste sentido, é notável como os professores ficam bastante motivados com as informações recebidas nessas ações de formação, porém, quando volta para sua realidade na escola onde atua, começa a enfrentar todos os problemas comuns ao dia a dia e acaba deixando de lado as informações que recebeu, por achar que tal modelo não é viável para sua realidade. E muitos são estes desafios: • Investimento e infraestrutura; • Contato real versus virtual (em cursos a distância, por exemplo, é preciso estar comprometido em fazer todas as disciplinas, mesmo sem o incentivo constante de colegas e professores); • Distração (muitos professores acreditam que os smartphones e tablets podem ser apenas uma fonte de distração para os alunos); • Excesso de facilidade (se mal utilizada, a tecnologia pode facilitar em excesso as tarefas dos estudantes ao ter acesso a respostas rápidas em vez de aprender determinado exercício em profundidade); • Avaliação dos alunos (o aprendizado depende diretamente da motivação – utilizar aplicativos sem qualquer critério pedagógico pode não instruir os jovens)

(ii) As tecnologias digitais são, sem dúvida, recursos muito próximos dos alunos, pois a rapidez de acesso às informações, a forma de acesso randômico, repleto de conexões, com incontáveis possibilidades de caminhos a se percorrer, como é o caso da internet, por exemplo, estão muito mais próximos da forma como o aluno pensa e aprende. A relevância do uso destas ferramentas em sala pode se dar para: • Facilitar o trabalho de grupo no desenvolvimento dos projetos criativos e inovadores; • Promover o desenvolvimento de múltiplas inteligências através do recurso a ferramentas de formato diverso tais como: áudio, vídeo, texto indo de encontro às especificidades de cada aluno, suportando ainda vários estilos de aprendizagem; • Induzir ao desenvolvimento de trabalhos mais autênticos que frequentemente transcendem a tarefa proposta; • Promover uma visão construtivista da aprendizagem em que o aluno é o responsável na construção do conhecimento; • Permitir ao aluno uma maior flexibilidade no ritmo e percurso de aprendizagem ao invés da sequência linear dos recursos mais tradicionais com o suporte de papel; • Derrubar fronteiras entre os diferentes saberes, imbuindo o conhecimento numa perspectiva mais holística.

(iii) Sem dúvidas que as "ferramenta colaborativa" estão associada (mas não limitadas) à tecnologiaEstas são, em geral, softwares que auxiliam no desenvolvimento de tarefas realizadas por um grupo, o qual busca, por meio do trabalho coletivo, cumprir um projeto ou um objetivo em comum. A partir da produção coletiva proporcionada por tais ferramentas, é possível compreender que novas formas de cooperação, construção do conhecimento, inteligência coletiva e atividades de colaboração podem ser potencializadas. O suporte ao trabalho em grupo acontece na superação de limitações geográficas e temporais, de modo que o partilhar de informações possa ocorrer a qualquer tempo e lugar, dinamizando o processo de tomada de decisões. Em geral, essas ferramentas permitem a comunicação através de chat, vídeo, áudio-conferência, ou uma combinação desses recursos. Como apoio à produção coletiva, algumas ferramentas oferecem ainda possibilidades de interação por meio de funcionalidades de texto, quadro branco, diagramas, desenhos ou apresentações. Um exemplo é a construção de mapas conceituais e dinâmicas de grupo que podem ser enquadradas como ferramentas colaborativas em ambiente físico.  

Superar as limitações que ainda dificultam a união de tecnologia e educação é o desafio de gestores e educadores. Compartilhe comigo: quais são as dificuldades que você enfrenta para implementar o uso da tecnologia na sua instituição? Quando implantadas, em especial no que tanja a motivação do aluno, demonstram resultados satisfatórios?


O AUTOR

Imagem de Jady Caroline de Sousa Costa
Re: A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo
por Jady Caroline de Sousa Costa - terça, 20 nov 2018, 16:54
 

Olá, Diego e demais colegas!

Achei muito interessante a forma como você abordou o TRELLO, principalmente quando fala de como pode ser o uso na graduação. Atualmente tento usá-lo como um kanban, organizando minhas tarefas diárias, mas daqui em diante vou usar para melhorar meu processo escrita e não duvido que vá se tornar uma rotina.

Parabéns pelo trabalho. Abraços!

Imagem de Fernanda Correa Silveira Galli
Re: A UTILIZAÇÃO DO TRELLO PELOS PROFESSORES COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA - Diego de Oliveira Araujo
por Fernanda Correa Silveira Galli - terça, 20 nov 2018, 22:57
 

Olá, Diego!

Muitíssimo obrigada pelas suas considerações. Devo dizer que tenho aprendido muito com essas interações. No que se refere às suas perguntas: confesso que o uso que faço das tecnologias em minha atuação como docente -  na graduação e na pós-graduação - ainda é bem limitado. O mais recorrente, e bem aceito pelos alunos, é a ferramenta de edição de textos "Documentos Google".

Já usei o Trello para distribuição de tarefas para comissão organizadora de eventos científicos. Funcionou!

Ficamos em contato.

Um abraço!